Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Planejamento e programação na manutenção: você sabe qual é a diferença?

Guilherme Bogo
Escrito por Guilherme Bogo em 17 de junho de 2021
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Com a gestão da manutenção a empresa consegue assegurar o bom desempenho das suas máquinas e equipamentos. Consequentemente, consegue garantir a continuidade dos seus processos e certificar a produção e entrega dos produtos.

No entanto, quando não mantém o setor de manutenção organizado, a empresa corre o risco contínuo de ver os seus ativos apresentando falhas. As paralisações, provocadas por esses defeitos, é que prejudicam os resultados e afetam a sua competitividade.

A melhor forma de impedir esses riscos e manter o setor organizado é por meio de um plano de manutenção e da programação das ordens de serviço. A questão é que, por serem semelhantes, muitos gestores acabam confundindo essas duas ações e não realizando-as corretamente.

Planejamento e programação na manutenção: você sabe qual é a diferença?

Para esclarecer de uma vez por todas esse assunto, e para que você realize uma gestão da manutenção realmente eficaz, preparamos o post de hoje para responder aos seguintes tópicos:

  • O que é planejamento da manutenção?
  • O que é programação das ordens de serviço?
  • Quais são as diferenças entre planejamento e programação na manutenção?

Além dos tópicos acima, explicaremos também como um software de manutenção como o Keepfy pode ajudar a sua empresa no planejamento e programação na manutenção.

Esperamos que goste. Boa leitura!

O que é o planejamento da manutenção?

O planejamento da manutenção nada mais é que um cronograma que prevê todas as atividades dentro do setor de manutenção.

O objetivo do planejamento é controlar o uso de recursos, bem como reduzir o tempo de trabalho e os custos. Em outras palavras, o planejamento serve para garantir a eficiência operacional dentro do setor de manutenção, evitando que a empresa sofra paralisações e desperdícios devido a equipamentos defeituosos.

O que é programação das ordens de serviço?

Já a programação das ordens de serviço é uma ação voltada para organizar o fluxo de serviços prestados dentro da empresa.

Uma vez que são documentos usados para planejar as demandas de trabalho, a gestão das ordens de serviço serve para manter o fluxo das atividades e a mão de obra sob controle.

Quais são as diferenças entre planejamento e programação na manutenção?

Enquanto que o planejamento de manutenção é direcionado para “o que fazer e como fazer”, a programação das ordens de serviço é voltada para “quando e quem será responsável pela tarefa”.

Ou seja, enquanto uma é usada para programar as tarefas dentro do setor de manutenção (planejamento), a outra é utilizada para controlar a mão de obra responsável por fazer a manutenção (programação).

Para um melhor entendimento, veja o exemplo:

Digamos que a sua empresa precisou paralisar as atividades porque dois equipamentos críticos apresentaram defeitos. O planejamento da manutenção servirá para definir os reparos e consertos que precisam ser feitos nesses ativos e também esclarecer o modo como essas ações devem ser realizadas.

Já a programação das ordens de serviço servirá para apontar os colaboradores que serão encarregados por fazer a manutenção, e qual será o dia e a hora ideal para realizar os reparos e consertos.

Como o Keepfy pode ajudar no planejamento e programação na manutenção?

Agora que você já sabe qual é a diferença entre planejamento e programação na manutenção deve estar pensando: “Como posso planejar a manutenção dos meus ativos e programar as ordens de serviço na minha empresa de modo que todo o setor fique organizado?”

Pois bem, até um tempo atrás o profissional precisava fazer a gestão da manutenção manualmente. Isso demandava bastante tempo e esforço físico, uma vez que precisava transitar pelo chão de fábrica e outros setores continuamente para acompanhar os processos e avaliar as máquinas que precisavam de reparos.

Contudo, hoje a gestão da manutenção não precisa mais ser feita dessa forma. Isso porque ferramentas como o Keepfy foram desenvolvidas para simplificar a manutenção e permitir que o planejamento e a programação sejam realizadas em poucos cliques.

Em relação ao planejamento de manutenção, por exemplo, o Keepfy funciona da seguinte forma:

Após fazer o levantamento de todos os equipamentos da sua empresa e definir a classificação deles (ABC), você pode cadastrar esses ativos dentro do sistema por grau de criticidade.

Ou seja, definir quais máquinas precisam receber uma manutenção preventiva para evitar paralisações. Não só isso, também pode cadastrar um plano de manutenção individual para cada equipamento.

Já em relação à programação das ordens de serviço, o Keepfy funciona do seguinte modo:

Após cadastrar as manutenções que devem ser realizadas nos seus equipamentos, você pode ir até o módulo “agenda” e distribuir a carga de trabalho para a equipe responsável. Assim, define quando os reparos e consertos serão feitos e quais profissionais serão encarregados pela manutenção.

Como pode ver, tanto o planejamento como a programação podem ser concluídas de um jeito super simples e descomplicado. Basta contar com uma ferramenta moderna como o Keepfy para ajudar.

Se você ainda está em dúvida se o Keepfy é realmente a melhor escolha quando o assunto é gestão da manutenção, cadastre-se agora mesmo e ganhe 14 dias totalmente grátis para testar a ferramenta!

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *