Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Software de manutenção: como a tecnologia ajuda a ter resultados positivos

Luan Santos
Escrito por Luan Santos em 14 de abril de 2020
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Gerar resultados positivos por meio da manutenção das máquinas nem sempre é fácil. O profissional de gestão precisa saber como formular estratégias, ter acesso a soluções inovadoras e ainda assim possuir um mindset disposto a fazer a diferença.

Alguns pensam que a gestão da manutenção nada mais é do que um custo. Enquanto outros, de mente mais aberta, compreendem que o controle de ativos é, na verdade, um investimento estratégico. Você, gestor, sabe dizer qual é sua posição em relação ao reparo dos equipamentos?

Entenda, neste post, por que a manutenção precisa se tornar um setor estratégico dentro dos negócios, e como um software de manutenção pode ajudar você a alcançar resultados mais positivos em menos tempo. Confira!

Software de manutenção: como a tecnologia ajuda a ter resultados positivos

Manutenção de ativos: custo ou investimento?

A manutenção tem como objetivo evitar a degradação das máquinas e instalações. Essas depreciações normalmente são causadas pelo uso inadequado dos equipamentos ou pelo próprio desgaste com a utilização contínua.

Como as falhas contribuem para atrasos, paradas na produtividade, poluição ambiental e diminuição da qualidade, é extremamente importante que os profissionais de gestão tenham um controle eficiente sobre os seus ativos.

Para muitos a prevenção é uma etapa essencial dentro desse processo. Entendem que investir na manutenção preventiva, por exemplo, ajuda a avaliar a situação das máquinas, e que assim conseguem impedir erros. Também entendem que um descuido na produção é o suficiente para impactar as receitas.

Já para os que enxergam a manutenção como custo, essa compreensão fica mais difícil. Não veem a necessidade do controle e, por estarem preocupados também com o financeiro (mais até do que com a saúde dos equipamentos), acabam ignorando a oportunidade de otimizar operações e conquistar um diferencial.

E qual é o resultado?

Ficam submetidos a uma infraestrutura ultrapassada enquanto o restante das concorrentes crescem. Perdem a chance de competir de igual para igual no mercado — por conta do mau funcionamento dos equipamentos —, e perdem dinheiro e credibilidade.

Quem quer isso? Ninguém!

A manutenção deve ser também um setor estratégico. Por meio do controle de ativos e de um planejamento, a indústria tem a possibilidade de aumentar sua produtividade sem perder a eficiência. Isso influencia na qualidade dos produtos, na satisfação dos clientes e, consequentemente, no aumento dos seus resultados.

Não só para ampliar a lucratividade, a gestão da manutenção consegue também garantir efeitos positivos reduzindo as falhas, diminuindo os custos e aumentando a vida útil dos bens:

  • Reduzindo as falhas: Os profissionais sabem quais são as condições reais dos ativos e sistemas. Isso ajuda na formulação de estratégias para a redução de falhas, uma vez que conseguem acompanhar o status e o desempenho dos equipamentos em tempo real;
  • Diminuindo os custos: Monitorar as máquinas facilita o trabalho dos gestores. Eles conseguem verificar a necessidade de um conserto e assim traçam táticas para diminuir os custos relacionados à manutenção. Eles têm as informações exatas de quando será preciso realizar um reparo;
  • Aumentando da vida útil dos bens: A manutenção preventiva diminui a probabilidade de ocorrerem erros. Detecta os problemas das máquinas e sistemas, de forma antecipada, permitindo a formulação de um plano estratégico para aumentar a vida operacional do maquinário.

A manutenção não é uma despesa. Mas uma maneira inteligente de manter a empresa competitiva e renovada. Aqueles que investem no controle de ativos estão um passo à frente. Conseguem assegurar a funcionalidade das máquinas, a continuidade da empresa e, consequentemente, garantem resultados melhores.

Manutenção e Tecnologia: unindo dois mundos!

Se até pouco tempo atrás realizar a gestão da manutenção era um processo complicado, hoje não precisa mais ser desse jeito. Isso porque já existem soluções tecnológicas que permitem aos gestores acelerar sua produtividade e elaborar estratégias de forma bastante simples.

Por meio de um software de manutenção, por exemplo, os profissionais conseguem realizar o planejamento de todas as atividades, executar tarefas com segurança e também monitorar o desempenho do campo fabril e suas equipes.

O ponto mais interessante para os gestores, é que essa tecnologia já está disponível ao alcance de todos. Qualquer empresa disposta a manter o seu
negócio atualizado e competitivo pode fazer uso dessa super ferramenta.

Se você ainda não sabe como um software de manutenção funciona, mas quer abandonar os métodos ultrapassados para garantir soluções mais modernas, comece agora mesmo o seu teste gratuito de 14 dias no Keepfy.

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.