Ícone do site Blog do Keepfy

Matriz de Criticidade de Manutenção

Matriz de Criticidade de Manutenção

Um dos passos principais na definição de um processo de manutenção para sustentação do campo fabril, é a identificação da criticidade de manutenção correta para cada equipamento inserido no plano.

Se a sua empresa ainda não possui um processo de manutenção disponível para o campo fabril, baixe gratuitamente o nosso guia sobre como construir um plano de manutenção eficiente em 7 passos.

Agora, se você já sabe como construir um processo de manutenção para a sua empresa, e está aqui apenas para entender como definir a criticidade de manutenção dos seus equipamentos, também podemos ajudar.

O que é uma Matriz de Criticidade de Manutenção?

Chegou a hora de definir a criticidade de cada equipamento presente no plano de manutenção. Para isso, basta ter em mãos uma matriz de criticidade de manutenção, e aplicá-la a cada equipamento.

Seu objetivo é simples, entender os impactos causados por possíveis falhas funcionais no respectivo equipamento e ajudar o gestor a definir a estratégia de manutenção ideal a partir destas informações.

Por que é importante definir a criticidade de manutenção dos equipamentos?

Cada equipamento possui um impacto diferente em caso de falhas e quebras, seja no ciclo produtivo, na segurança dos colaboradores ou do meio ambiente, e entender isso é fundamental.

De acordo com a criticidade, é possível definir a estratégia de manutenção ideal para manter o equipamento disponível e distante de falhas funcionais e o setor de manutenção de paradas não planejadas.

Como funciona a Matriz de Criticidade de Manutenção?

Ao iniciar uma avaliação, seis questionamentos são dispostos ao gestor (Imagem 1, colunas “Número” e “Item”), sobre os possíveis impactos nestes fatores, em caso de falhas e quebras no equipamento.

Uma legenda (Imagem 1, coluna “Descrição”) e uma descrição (Imagem 1, colunas “Alta”, “Média” e “Baixa”) ajudam na escolha entre as três opções de respostas possíveis: alta, média ou baixa.

Essas respostas serão base para o fluxograma de criticidade (Imagem 2), onde cada questionamento é estruturado, criando um caminho sequencial até a definição da estratégia de manutenção ideal para o equipamento.

Agora, se você deseja colocar em prática a matriz de criticidade de manutenção, nós preparamos um demonstrativo sobre como ela funciona, através de uma planilha, totalmente gratuita.

Para baixá-la, basta clicar no link abaixo em verde. Lembre-se de seguir as instruções, deixadas em cada página da planilha, e utilizar o menu lateral para navegar entre as abas disponíveis.

Como a tecnologia pode ajudar

Com a criticidade de cada equipamento em mãos, é hora de registrar todas essas informações e iniciar o planejamento de manutenção. Essa tarefa também pode ser feita através de uma planilha ou de um sistema.

No Keepfy, por exemplo, é possível registrar a criticidade de cada equipamento, e estruturar as recorrências de manutenção específicas para cada um deles, de acordo com os prazos definidos no plano.

Além disso, é possível acompanhar toda a carga de manutenção através da agenda do executor, e distribuir as ordens de serviço de acordo com a disponibilidade da equipe e a criticidade dos equipamentos que necessitam de atenção.

A solução ainda conta com a isenção da taxa de contratação, planos sem fidelidade e 14 dias de avaliação gratuitos. Para acessá-la, basta realizar o cadastro, através do link em verde abaixo.

Sair da versão mobile