Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

6 qualidades que um gestor de manutenção de sucesso precisa ter

Guilherme Bogo
Escrito por Guilherme Bogo em 22 de abril de 2019
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você é um gestor de manutenção? Então, você conhece como ninguém os desafios dessa função. Tão estratégica, árdua e repleta de desafios, onde nenhum dia é igual ao outro. Onde faz parte da rotina a gestão e o treinamento da equipe técnica, a identificação de falhas e a solução para os mais variados problemas.

Mas, mesmo com as atribuições de gestão estratégica e o apoio de uma equipe de manutenção proativa, muitas vezes ainda é necessário arregaçar as mangas e colocar a mão na massa para manter o trabalho em dia. Uma tarefa comum onde a demanda de manutenção pode ir além do que está programado.

Não é mesmo?

Por isso, para alcançar o sucesso nessa função é preciso proatividade, paciência, espírito de equipe e muita força de vontade. Características comuns a serem encontradas entre os gestores nos campos fabris. Mas, quais características mais podemos encontrar?

Fazer com que você conheça as 6 principais características que um gestor de manutenção de sucesso precisa ter é o objetivo desse post. Continue lendo!

6 qualidades que um gestor de manutenção de sucesso precisa ter

Por que um gestor de manutenção precisa se diferenciar na carreira?

Sua presença é necessária para garantir a operação no campo fabril e, isso inclui a execução das ações presentes no plano de manutenção, com a prevenção de falhas potenciais nos equipamentos e o monitoramento dos mesmos para tomada de decisão em caso de paradas não programadas.

Contudo, com o avanço das tecnologias, dos equipamentos, das ferramentas, e principalmente, dos métodos utilizados pelas empresas em busca de melhores resultados de produtividade e competitividade no mercado, gera-se a necessidade de atualizações por parte dos gestores.

Isso pode se transformar em um grande diferencial e se tornar a chave para driblar a competição presente no mercado de trabalho na área de gestão da manutenção, e assim continuar crescendo na carreira, contribuindo cada vez mais com as empresas e atingindo os seus objetivos profissionais.

Você se sente preparado?

Qualidades necessárias para ser o melhor gestor de manutenção

Quer ter uma posição de destaque no cenário de gestão da manutenção? Confira abaixo as 6 qualidades necessárias para que você seja o melhor no setor:

#1 Pensar com a cabeça de dono

É preciso ir além do espírito de ‘vestir a camisa da empresa’. É preciso comprometimento, entrega, e principalmente, zelo, como se o negócio fosse simplesmente próprio. Uma atitude onde ambos, colaborador e empresa, têm muitos benefícios a ganhar.

Essa postura pode gerar, sem dúvidas, grandes diferenciais para o profissional como um todo. Empresas que possuem profissionais parceiros e que sabem do potencial e do comprometimento dos mesmos, tendem a contar com eles em novos projetos.

#2 Ter espírito de liderança

Ser chefe é algo totalmente diferente de ser líder, e desempenhar esse papel vai além de apenas estar à frente de uma equipe. Um líder é capaz de motivar, inspirar, provocar mudanças e ser exemplo. É aquele que assume a linha de frente nos momentos bons, e claro, nos ruins.

Você é assim?

Se a sua resposta for sim, sabe o quão isso é importante para o desempenho das tarefas no setor de manutenção, e o quanto a equipe depende dessa iniciativa. Agora, se a sua resposta for não, talvez esteja na hora de experimentar a iniciativa como resposta padrão para os desafios do setor.

#3 Ser um bom gestor

Ser líder e gestor são coisas diferentes, e ao mesmo tempo, são duas características fundamentais para o setor de manutenção. Um bom gestor está atento às necessidades do campo fabril e busca as melhores respostas para os desafios presentes no dia a dia da empresa.

O desenvolvimento contínuo é essencial e cabe ao bom gestor a busca pela estratégia ideal para garantir a operação e os resultados positivos no setor, seja na implementação de novos métodos de trabalho ou na preparação da equipe para sustentar as necessidades diárias desta operação.

#4 Ser polivalente

Ser polivalente é ter a capacidade de assumir diversos papéis. O conceito de polivalência pode ser facilmente comparado ao camaleão, que tem como característica principal a facilidade de se adaptar às mais diferentes situações, conseguindo cumprir todas com perfeição.

Pode se tornar uma ótima maneira de ganhar notoriedade dentro da empresa e criar um diferencial competitivo. Tanto a diretoria como o seu time saberão que podem contar com você para o que der e vier. Tanto para a empresa quanto para o restante da equipe, ter alguém com uma característica assim é muito importante.

#5 Nunca parar de aprender

Não é porque você está há muito tempo na empresa que não há mais nada a ser aprendido. O cenário de manutenção vive constantes mudanças e você, como gestor da área, precisa acompanhar esse ritmo. Isso é fundamental para o desenvolvimento da sua carreira como do setor na empresa.

Isso significa ter conhecimento técnico e estratégico suficientes para contribuir com a sua equipe e a diretoria quando for necessário, e para que isso aconteça, é necessária a capacitação constante. Cursos, feiras, leitura, seja de livros, blogs – como esse, ou acompanhar seminários e workshops, por exemplo.

#6 Ter as ferramentas certas para usar no dia a dia

A tecnologia está revolucionando todas as áreas, seja no pessoal como no corporativo, e no setor de manutenção não é diferente. Hoje, existem muitas ferramentas capazes de auxiliar os gestores em seu dia a dia, como um software de gestão da manutenção, por exemplo.

Sua utilização reflete positivamente nos resultados de produtividade do setor, e também individualmente, seja do gestor diante da gestão estratégica como da equipe de manutenção, nas suas atribuições práticas presentes no dia a dia no campo fabril.

A área de manutenção está se tornando cada vez mais estratégica e o papel do gestor de manutenção também. Buscar por soluções que possam caminhar lado a lado com a equipe na geração de métodos de trabalho mais simples e eficientes pode se tornar um grande diferencial também.

Quer saber mais sobre o mundo da manutenção? Continue acompanhando o nosso blog!

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *