Ícone do site Blog do Keepfy

TPM – Manutenção Produtiva Total: o que é e como implementar?

TPM na manutenção

Quando a Segunda Guerra Mundial chegou ao fim, os empresários começaram a ver a necessidade de investir em equipamentos novos. Era preciso investir em automação das máquinas e em uma tecnologia para manutenção, caso quisessem que o chão de fábrica produzisse mais produtos em menos tempo.

Assim que instalados esses equipamentos mais modernos, as indústrias começaram a acelerar a produção. A partir daí houve a necessidade de programar os processos e incluir um plano de manutenção a fim de melhorar o gerenciamento.

O termo TPM (Total Productive Maintenance, que em português significa Manutenção Produtiva Total) surgiu com o objetivo de aumentar a produtividade, melhorar a gestão da manutençãoe maximizar a utilização dos ativos.

Quer saber quais são os pilares da TPM na manutenção e como esse método de gestão é capaz de ajudar o seu negócio? Veja, neste post, como funciona a Manutenção Produtiva Total e qual é a solução tecnológica para manutenção que ajuda a implementar os pilares de um jeito simples. Confira!

TPM: o que é?

A TPM é uma ferramenta de gestão que ajuda a identificar as perdas existentes no processo administrativos e produtivo da empresa. Originalmente foi criada pelo Japan Institute of Plant Maintenance, com a finalidade de maximizar o uso dos ativos e garantir a geração de produtos de alta qualidade.

O método visa ainda reduzir as perdas relacionadas à produção por meio da integração de toda a equipe.

Trata-se de uma metodologia que atua na estrutura organizacional, no comportamento dos colaboradores e em todo processo produtivo. Consiste em 3 princípios: a melhoria dos equipamentos, a melhoria das pessoas e também a qualidade total.

Os 8 pilares da TPM na manutenção

Agora que você sabe o que significa a Manutenção Produtiva Total, que tal descobrir quais são os pilares da TPM na manutenção?

1. Manutenção autônoma

Esse pilar está vinculado aos gestores dos departamentos de produção. Compreende as atividades que realizam para tratar o ambiente de trabalho de forma adequada. Também para manter a qualidade do maquinário, dos produtos fabricados, da segurança e do conhecimento obtido pelo trabalho.

2. Manutenção planejada

A empresa deve aumentar a eficácia dos seus equipamentos por meio de um planejamento. As manutenções preditivas e preventivas, por exemplo, são importantes para eliminar as paralisações.

O plano de manutenção também serve para que os gestores possam agir de forma mais assertiva seguindo cronogramas ou até mesmo mensurando os custos.

3. Manutenção da qualidade

A manutenção da qualidade visa eliminar os defeitos na indústria. Por meio do controle dos materiais, equipamentos, estratégias e ações a empresa é capaz de melhorar o seu processo produtivo e com isso reduzir as falhas a praticamente zero.

4. Gestão de Equipamentos Novos

Os profissionais devem aplicar todo o conhecimento obtido sobre os equipamentos novos a fim de aprimorar a manutenção. Esse pilar é fundamental, uma vez que visa reduzir o tempo de manutenção e o tempo ocioso das equipes.

5. Melhorias Dirigidas

A empresa deve incorporar e desenvolver um processo de melhoria contínua a fim de eliminar os prejuízos ocasionados na produção. Por exemplo: perdas nas máquinas, mão de obra, prejuízos na administração da empresa, desperdício de matéria-prima, perdas de energia e ambientais.

6. Treinamento e educação

Aplicável aos operadores, pessoal de manutenção e gestores, esse pilar foca em reduzir as falhas por falta de conhecimento. Como essa é uma época em que a tecnologia muda constantemente, oferecer treinamentos para todos os colaboradores é uma ação necessária para o sucesso da indústria.

7. Segurança, higiene e meio ambiente

Ninguém quer trabalhar em um ambiente que não seja seguro e saudável, certo? A empresa têm a responsabilidade de assegurar que o local seja adequado para o desempenho das funções, além de estar preparada contra possíveis impactos ambientais.

8. Áreas administrativas

Um fator crucial para o sucesso é reduzir ao máximo os custos e as perdas administrativas. Como esse é um departamento que direciona recursos para os outros setores, a empresa deve assegurar que todas as informações são transparentes e confiáveis.

Como implementar os pilares da TPM na manutenção de um jeito simples?

Para que as decisões e ações da manutenção produtiva total se propaguem de forma eficiente, todos os departamentos precisam estar envolvidos. Cabe ao gestor industrial disseminar essa cultura e garantir a participação de todos.

Deve assegurar que os gerentes estão engajados e que as informações cheguem corretamente até os supervisores, líderes e operadores. Da mesma forma, deve garantir que as notícias relacionadas ao chão de fábrica também cheguem aos níveis superiores.

Para que consiga cumprir com essa responsabilidade será necessário que esteja disposto a adotar uma mudança de mindset e que aplique uma ferramenta para ajudar na melhoria contínua. Por exemplo, investindo em uma solução tecnológica capaz de tornar a manutenção produtiva total um processo mais simples.

Com o apoio de uma tecnologia para manutenção ele será capaz de integrar todos os setores e controlar as informações sem complicação. A partir disso, poderá garantir que todos os processos funcionem corretamente e que a empresa tenha um crescimento realmente sólido e duradouro.

Ainda não conhece uma solução tecnológica para a manutenção capaz de fazer isso? Então acesse e comece agora mesmo o seu teste gratuito de 14 dias no Keepfy. É fácil, rápido e essa ferramenta vai ajudá-lo a potencializar ainda mais a sua indústria.

Sair da versão mobile