Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Por que a manutenção industrial precisa ter uma gestão estratégica?

Guilherme Bogo
Escrito por Guilherme Bogo em 5 de maio de 2020
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Só produzir não é o bastante. Hoje, a empresa que quer se manter competitiva precisa estar disposta a oferecer produtos de qualidade em menos tempo. Para isso, precisa que o seu chão de fábrica esteja funcionando a “todo vapor” e que os seus equipamentos estejam desempenhando as funções corretamente.

Se antes era considerada apenas uma área dentro da indústria, agora a gestão da manutenção se tornou também um setor tático para os negócios. Sem ela não há garantia no bom funcionamento das máquinas e nem a segurança no alcance dos objetivos.

Ainda não sabe como a manutenção pode ajudar na qualidade e na redução dos custos? Veja, neste post, como ela pode se tornar uma área definitivamente estratégica e como é possível economizar e ter ganhos mais expressivos com a tecnologia para manutenção. Confira!

Manutenção industrial: estratégia para conquistar resultados

A manutenção industrial se tornou uma aliada poderosa para os que esperam produzir mais e com qualidade. Permite que os gestores consigam antecipar problemas, evitar falhas dentro do campo fabril e também reduzir os custos desnecessários relacionados às manutenções corretivas.

Antes, o que poderia ocasionar a paralisação dos equipamentos, agora pode ser previsto para não colocar em risco toda a produtividade. Por meio da gestão da manutenção a empresa consegue se preparar contra as paradas não planejadas, e assim garantir que a revisão das máquinas seja algo mais barato, rápido e seguro.

A manutenção como ferramenta de gestão estratégica é a encarregada por manter a qualidade e disponibilidade dos seus equipamentos. Por isso, quando implementada de forma correta, consegue assegurar resultados mais satisfatórios e consistentes.

Como um software de gestão da manutenção pode ajudar?

Um dos fatores que mais contribui para o crescimento dos negócios é o planejamento, certo? Elaborar estratégias assertivas e fazer uso dos instrumentos certos para alcançar as metas.

Dentro do campo fabril, podemos dizer que essa estratégia é a manutenção dos equipamentos. E que a ferramenta perfeita para controlar esses ativos é um software de gestão da manutenção.

Veja agora, como essa tecnologia para manutenção é capaz de ajudar.

1) Maior qualidade e aumento da produção

Com os equipamentos sempre em dia, o risco de falhas atrasarem os processos e prejudicarem os produtos é quase nula. A manutenção de ativos permite que as máquinas funcionem corretamente por mais tempo. Logo, a empresa consegue aumentar a sua produtividade e garantir maior qualidade nas suas mercadorias.

2) Mais segurança

O número de acidentes ocasionados por falhas nas fábricas é um índice preocupante. Porém, muitos desses acidentes podem ser evitados caso a empresa tenha um planejamento de manutenção eficiente.

Com o apoio de um software para gestão da manutenção, o comportamento das máquinas vai se tornando mais previsível. Assim sendo, contribui significativamente para tornar o trabalho dos operadores mais seguro e livre de acidentes.

3) Redução de custos e maior vida útil dos equipamentos

A indisponibilidade das máquinas é algo que pode acarretar  prejuízos enormes. Uma vez que existe um problema nos equipamentos, a indústria deixa de produzir com eficiência e passa a ter de arcar com os custos referentes ao retrabalho.

Por outro lado, com uma boa gestão estratégica dos ativos, as coisas podem ser diferentes. A empresa não só consegue minimizar esses custos
como prolongar a vida útil dos equipamentos. Isso acaba sendo um ponto extremamente favorável já que ajuda também na valorização do patrimônio.

4) Indicadores mais confiáveis

O Planejamento e Controle da Manutenção auxilia as empresas a monitorar e implementar Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs). Esses indicadores são essenciais porque ajudam a garantir a qualidade dos produtos e também a melhorar o desempenho no chão da fábrica.

Veja alguns exemplos de indicadores de desempenho:

  • Custo de manutenção;
  • Confiabilidade do equipamento;
  • Qualidade e tempo de execução dos serviços;
  • Backlog de manutenção.

Esses indicadores são úteis para coletar as informações sobre os equipamentos — selecionando-os por ciclo de vida útil —, o que facilita na identificação de deficiências e erros. Sabendo o local exato onde se originou um problema, é possível aos gestores direcionarem as estratégias para o caminho certo.

5) Conhecimento compartilhado

Um software de gestão da manutenção é capaz de permitir o compartilhamento de informações entre todos os funcionários. Isto é, consegue manter um histórico das ocorrências e apontar quais são os problema nos ativos. Dessa forma, disponibiliza conhecimento para que os profissionais analisem melhor os erros.

Com base nesse histórico podem sugerir melhorias para impedir os defeitos e também para otimizar ainda mais os seus processos.

Não conhece uma tecnologia para manutenção capaz de ajudar a sua empresa? Está em dúvida sobre qual software de manutenção escolher para o seu negócio? Então acesse e comece agora mesmo o seu teste gratuito no Keepfy.

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

TAGS: Futuro

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *