Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Gestor de manutenção: turbine já o seu trabalho

Guilherme Bogo
Escrito por Guilherme Bogo em 10 de abril de 2019
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Rotina? Essa é uma palavra que não existe no dicionário do gestor de manutenção e da sua equipe. O dia a dia no setor é repleto de grandes desafios para tornar o campo fabril cada vez mais produtivo e menos custoso na busca por resultados positivos para a empresa.

Além das atribuições práticas, o avanço da tecnologia presente na industria e nos processos de manutenção industrial têm exigido dos gestores e técnicos a tomada de decisões estratégicas no controle da efetividade do planejamento de manutenção.

Isso mostra a necessidade de busca constante por novos métodos de trabalho e ferramentas que tenham como objetivo tornar ainda mais simples, prático e eficiente a execução das principais tarefas do dia a dia no setor de manutenção, e claro, ainda melhores os resultados no setor.

Agora, será que existe um meio para que os profissionais possam melhorar o seu trabalho na gestão de manutenção? Continue lendo o nosso artigo e descubra!

Gestor de manutenção: turbine já o seu trabalho

Turbinando o trabalho no setor de manutenção

Embora não haja uma “fórmula secreta” para simplificar as atividades e atingir esses objetivos, já é possível turbinar os serviços e otimizar as operações na indústria seguindo algumas dicas. Quer saber quais são elas? Confira abaixo:

1. Seja organizado

A primeira dica é: seja um gestor organizado. Embora essa possa parecer uma dica óbvia e aparentemente simples, muitos profissionais ainda não conseguem manter todas as suas funções em dia em razão da falta de organização das informações de trabalho.

Uma saída simples e eficiente é optar pelo uso de planilhas ou checklists simples, seja no papel ou no formato digital, para a especificação das suas tarefas. Essa é uma forma fácil de definir as atividades do dia, e também de planejar como e quando cada uma delas será executada.

2. Tenha um planejamento

Por mais rápido que seja pausar uma máquina no processo produtivo, sabemos que as indústrias podem acabar perdendo muito mais do que apenas tempo com essa iniciativa. Por isso, programar as paradas para manutenção de acordo com a escala de produção pode fazer toda a diferença.

Além disso, um calendário de paradas programas pode contribuir ainda mais para a ampliação da produtividade e da disponibilidade dos equipamentos no campo fabril, assim como também proporcionar o aumento da vida útil destes equipamentos, reduzindo custos e ampliando os resultados no setor.

3. Utilizar a tecnologia ao seu favor

Antes de assumir o cargo de gestor de manutenção de uma indústria, o profissional precisa conhecer os principais processos de manutenção e compreender as necessidades e particularidades de cada procedimento para direcionar o setor no caminho ideal em busca de resultados positivos.

Por meio da manutenção preditiva, por exemplo, o profissional pode fazer a verificação de todos os equipamentos, visando antecipar eventuais falhas e problemas. Com o apoio de ferramentas específicas, como um software de manutenção, o trabalho pode ficar ainda mais fácil.

A tecnologia pode ajudar a acabar com as dores de cabeça… Quer saber como? Clique aqui e descubra!

4. Prevenção

Um gestor que busca otimizar o seu trabalho precisa estar disposto a investir no cuidado com os seus ativos. No caso da manutenção preventiva, por exemplo, os processos ajudam o profissional a poupar esforços e gastos desnecessários e excessivos com manutenção corretivas.

Isso porque a manutenção preventiva é o método responsável por reduzir falhas potenciais – as principais causadoras de paradas não programadas no campo fabril – e também uma ação essencial no controle efetivo dos equipamentos e da disponibilidade dos mesmos para o ciclo produtivo.

5. Fazer a gestão da mão de obra e a capacitação da equipe

A gestão da manutenção é um trabalho que envolve praticamente todos os colaboradores. Por isso, contar com profissionais capacitados e motivados em relação ao processo de manutenção pode ser a resposta para assegurar resultados mais consistentes.

Além disso, o bom gestor também está preocupado em aperfeiçoar as suas próprias qualificações. Ele se mantém antenado a tudo que está acontecendo ao seu redor, ao que há de novo no mercado e também estuda as melhores oportunidades de otimizar os serviços.

Percebe como há procedimentos simples que podem facilitar o trabalho do gestor?

Não são necessários muitos investimentos, mas força de vontade e motivação para tornar as operações mais seguras e práticas possíveis. Otimizando as atividades dentro da indústria, por menor que seja a tarefa, já é capaz de trazer resultados significativos para o mercado.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando o nosso blog.

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.