Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Software de Manutenção: como a tecnologia ajuda os gestores?

Luan Santos
Escrito por Luan Santos em 28 de janeiro de 2020
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Até há pouco tempo as planilhas eram as ferramentas mais utilizadas pelas empresas. Com o passar dos anos se tornaram soluções úteis para controlar os estoques, gerenciar finanças e também para ajudar os profissionais da gestão da manutenção a controlar melhor seus ativos.

Por conta da sua popularização, muitos gestores começaram a acreditar que as planilhas seriam o suficiente para otimizar as atividades — quando na verdade, não é bem assim. Hoje, os empresários estão buscando resultados mais consistentes e para isso precisam contar com uma tecnologia de ponta caso queiram se sobressair.

Você sabe por que adotar um software de manutenção é mais eficiente do que usar planilhas? Veja, neste post, as consequências que a sua empresa pode estar enfrentando ao trabalhar com métodos ultrapassados, e o que você tem a ganhar caso decida implementar uma tecnologia mais moderna.

Planilhas: as consequências de uma gestão ineficaz

Garantir a confiabilidade dos dados é uma preocupação dentro dos negócios. É por meio de informações de qualidade que os gestores conseguem tomar decisões importantes e também aumentar a credibilidade dos serviços e produtos. Porém, com o uso de planilhas, isso têm se tornado cada vez mais difícil.

A probabilidade de existir erros é grande, a ameaça em ver os dados corrompidos é comum e a falta de segurança dos documentos preocupa. Não só por ter funcionalidades limitadas, as planilhas também estão ocasionando problemas ao impedir que os profissionais exerçam funções com mais eficiência.

  • O pouco domínio sobre as fórmulas é algo que retarda os processos;
  • O volume das informações lançadas consegue confundir e pesar na memória dos computadores;
  • A aglomeração de dados dificulta a análise da gerência;
  • A falta de integração impede que a empresa cresça e se torne mais sólida.

Ou seja, é um método nocivo caso o propósito seja alcançar resultados rápidos. E, assim como qualquer outro segmento da empresa, a área da manutenção também é impactada por tudo isso. A falta ou até mesmo a má gestão de ativos é altamente prejudicial para os equipamentos.

Nesse caso corrobora para o defeito das peças, atraso na produtividade, desordem no controle das máquinas, pausas para manutenções inesperadas, entre inúmeras outras consequências. Já pensou em todos os prejuízos que isso pode acabar acarretando nos negócios? Muitos!

Adotar medidas modernas é uma ação necessária para reduzir as chances de problemas assim acontecerem.

Aposentando as planilhas

Se o objetivo é aumentar a produção e oferecer aos clientes mais qualidade, os problemas precisam ser evitados ao máximo. Por isso ter um plano de manutenção eficiente é fundamental. A primeira etapa para assegurar bons serviços e boas mercadorias é garantir o funcionamento dos equipamentos e de toda a equipe.

Certificar-se de que as máquinas trabalhem em condições adequadas, que os custos com as manutenções sejam reduzidos, que os produtos estão sendo entregues em dia. Além disso, que os gestores consigam formular estratégias por meio de informações consistentes e seguras…Tudo isso é importante.

E, como vimos anteriormente, contar apenas com os dados lançados em planilhas não será o bastante para garantir a segurança que a sua empresa precisa. O mercado está cada vez mais competitivo, a concorrência está investindo pesado na gestão da manutenção e todos querem melhorar as operações para vender mais e melhor.

Se a sua marca quer se tornar competitiva a ponto de ser uma potência no mercado, ela precisa direcionar o seu mindset para a inovação e contar com as ferramentas certas. E, para isso, é necessário que você abrace a tecnologia e dê adeus aos métodos ultrapassados de controle e gerenciamento.

Software de Manutenção

Certo! Você já entendeu que precisa optar por soluções mais inteligentes caso queira melhorar a funcionalidade dos equipamentos e assim garantir uma produção mais rápida. Mas como fazer isso sem o apoio das planilhas? Afinal, você sempre recorreu a elas quando necessário.

E se disséssemos que já existe uma tecnologia capaz de ajudá-lo nesse gerenciamento de forma muito mais eficiente, você acreditaria? O software de manutenção, por exemplo, é uma ferramenta que está revolucionando a forma com que os gestores estão controlando os seus ativos.

Por ser um CMMS, Computerized Maintenance Management System (Sistema de Gerenciamento de Manutenção Computadorizado), as organizações podem otimizar a execução de suas tarefas, melhorando o controle interno do procedimento e também acelerando todas as funcionalidades dentro do campo fabril.

Se antes os profissionais levavam dias para chegar a uma conclusão importante — com planilhas —, agora eles já conseguem ter acesso aos dados para administrar as operações de qualquer lugar. Além do mais, não é só por otimizar os processos que o software de manutenção se tornou tendência.

Mas sim porque a solução garante maior segurança das informações, uma coisa que as planilhas não eram capazes de fazer. A tecnologia impede que haja a perda de documentos e sequestro de dados, turbina o trabalho dos gestores, oferece indicadores para saber como a marca está se comportando, e muito mais.

Ou seja, um sistema especialmente desenvolvido para oferecer inúmeras funcionalidades ao profissional. É uma super ferramenta capaz de transformar qualquer negócio, e a melhor notícia é que já está ao alcance de todos.

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.