Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Artigos sobre Manutenção Industrial e Gestão de Ativos

Sistema x Planilha: qual opção é melhor para a gestão da manutenção?

Luan Santos
Escrito por Luan Santos em 21 de abril de 2020
Fique por dentro

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Informação é poder, certo? E quando se trata da gestão de riscos, essa é uma frase que se encaixa perfeitamente dentro das empresas. Afinal, é o conhecimento sobre as máquinas e os equipamentos que irá garantir o bom funcionamento e a qualidade das operações.

E embora os gestores reconheçam a importância das informações, ainda nos deparamos com profissionais que não estão preocupados em assegurar dados confiáveis. E assim acabam atrasando os processos e, consequentemente, perdendo espaço para as concorrentes.

Quer saber por que a gestão da manutenção feita por planilha pode se tornar um problema e por que adotar um sistema é a opção mais inteligente? Então continue lendo esse post e descubra!

Planilhas? Nunca mais!

Apesar das planilhas ainda serem populares, elas estão longe de oferecer o desempenho necessário. A ferramenta pode ser útil quando o objetivo é realizar a gestão de pequenas tarefas. Porém, se o foco é gerenciar as muitas informações e garantir maior agilidade, esse recurso não é o suficiente.

Na gestão da manutenção, as planilhas podem se tornar um empecilho ou até mesmo um problema para os negócios alavancarem. A quantidade de informações lançadas pode gerar a sobrecarga de dados e o corrompimento dos mesmos, além do pouco domínio sobre as fórmulas acabar atrasando os processos.

Existe também a aglomeração de dados que dificulta a análise da gerência, e a falta de integração que impede que a empresa cresça sólida e se torne mais competitiva. E como se esses fatores já não fossem prejudiciais o bastante, existem ainda outras desvantagens em utilizar a ferramenta. Por exemplo:

  • As planilhas oferecem pouca ou quase nenhuma segurança das informações;
  • O acesso remoto a esses documentos é possível apenas através de outros softwares;
  • A análise das informações demora para ser concluída, o que coloca em risco o desempenho dos negócios e também a formulação de estratégias;
  • O acesso aos dados é difícil e demorado, o que prejudica na tomada de decisão e na gestão de riscos.

Ou seja, não é a solução mais inteligente quando o foco é otimizar as operações e conseguir resultados mais rápidos, concorda?

Se a empresa quer realmente ser competitiva e ter um diferencial, ela precisa contar com ferramentas que ofereçam segurança e que consigam suprir as necessidades do campo fabril.

Solução tecnológica para gestão da manutenção

Hoje, já existem software que conseguem simplificar as operações nas fábricas. Por meio de soluções tecnológicas os gestores já são capazes de transformar o seu trabalho em algo muito mais seguro e prático. Conseguem planejar processos e melhorar o controle que possuem sobre os equipamentos.

Permitem que realizem o cadastramento de dados e que tenham também o acesso seguro à informações de qualidade. Os profissionais conseguem registrar as solicitações e ordens de serviço, e distribuir a carga de trabalho para a equipe de forma muito mais eficiente.

Oferecem a possibilidade de organizar os procedimentos, agilizar as atividades e coordenar as funções de cada técnico. Os software contribuem para a transformação digital e o crescimento dos negócios, uma vez que fornecem indicadores-chaves que auxiliam na tomada de decisões e na formulação de estratégias.

Um sistema para a gestão da manutenção consegue deixar a empresa mais preparada para encarar qualquer desafio — coisa que as planilhas não são capazes de fazer!

Como encontrar o software ideal?

Quando for procurar pelo software de manutenção ideal, sempre leve em consideração esses três requisitos:

  • Fácil implantação, para que você e toda a equipe se adaptem com rapidez. Também para que os processos não tenham de sofrer com pausas desnecessárias;
  • Preço justo, para que o valor investido não prejudique o seu orçamento e para que todos continuem realizando as suas funções sem se preocupar;
  • Praticidade no dia a dia, para que as atividades continuem sendo desempenhadas com qualidade. Também para que não haja o risco de complicações futuras.

Se você priorizar essas três qualidades, pode ter certeza de que o seu negócio estará trilhando pelo caminho certo. A ferramenta ideal deve ser capaz de oferecer isso.

Veja o Keepfy, por exemplo. Suas funcionalidades são inovadoras, e por se tratar de um Software as a Service, os gestores podem escolher a opção que
melhor se encaixa ao perfil da empresa — e bolso.

Diferente de um software On-Premise, onde o produto é instalado em um servidor local, a implantação do Keepfy é super simples. Com ele, é o fornecedor do sistema que fica responsável pela estrutura do programa enquanto você utiliza apenas a ferramenta via internet.

Ou seja, ele garante a qualidade das operações todo o tempo. E, por conta disso, vem sendo muito utilizado por gestores que querem turbinar o seu trabalho. Também é indicado para os que valorizam a integração entre os setores e que querem realizar suas análises com maior praticidade e segurança.

O sistema do Keepfy conta com tecnologias ligadas à gestão da manutenção que incluem a utilização de Business Intelligence (Inteligência de Negócios), serviços em nuvem (Cloud Computing) e User Experience (Experiência do usuário).

Ou seja, é a solução ideal para transformar qualquer negócio. Impede a necessidade de a empresa ter de utilizar métodos ultrapassados e oferece a todos funcionalidades simplificadas para a sua gestão de riscos.

Incrível, não é?

E se você ainda têm dúvida sobre como esse software de manutenção é capaz de transformar o seu negócio, comece agora mesmo o seu teste gratuito de 14 dias no Keepfy.

Experimente o Keepfy por 14 dias grátis

TAGS: Gestão

Conta pra gente!

o que você achou deste conteúdo? Escreva nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.