Ícone do site Blog do Keepfy

Como a manutenção preventiva ajuda no combate à crise?

Como a manutenção preventiva ajuda no combate à crise?

Já ouviu aquele ditado: “prevenir é melhor que remediar”? Essa frase pode ser aplicada a uma série de situações do nosso cotidiano. Inclusive, serve para as empresas que precisam lidar com a manutenção de ativos.

Como a prevenção sempre foi mais econômica que gastar com reparos, a Manutenção Preventiva é considerada uma forte aliada para combater prejuízos na indústria. Não só isso, uma ação estratégica que pode proteger a empresa em momentos de dificuldade.

Sua empresa realiza a Manutenção Preventiva nas máquinas e equipamentos? Não sabe como esse tipo de manutenção funciona, qual é a sua importância e como a tecnologia para manutenção pode ajudar? Calma!

Veja, neste post, o que é a Manutenção Preventiva, por que ela é tão importante e como pode ser transformadora em tempos de crise. Também veja como a tecnologia para manutenção industrial pode ajudar.

Confira!

Manutenção Preventiva: o que é e como funciona?

A Manutenção Preventiva é um dos tipos de manutenção que visa reduzir a probabilidade de falhas. Consiste no controle e monitoramento de ativos para assegurar que os mesmos estão em perfeitas condições de uso.

Nesse tipo de manutenção a equipe geralmente inspeciona as máquinas e os equipamentos para verificar se existe necessidade de reparos, consertos e reformas. Assim evitando que falhas, erros ou até mesmo quebras prejudiquem a produção.

Entre os principais benefícios da Manutenção Preventiva, destacamos:

A importância da Manutenção Preventiva na sua empresa

Quando um equipamento quebra, é comum que o processo produtivo seja interrompido até que os profissionais de manutenção realizem o reparo.

Dependendo do grau do problema, a paralisação pode levar apenas algumas horas. No entanto, se o contratempo for realmente sério, pode ser necessário dias ou até semanas para o equipamento voltar a funcionar.

Quando o ativo não possui um nível de criticidade tão alto (isto é, ele não é tão importante dentro do processo de produção), não existe tanta urgência para a empresa solucionar o problema.

Contudo, se a falha ou quebra ocorre em um ativo indispensável para a fabricação de produtos, os prejuízos podem ser mais altos do que só os custos com reparação.

Pense só…

Digamos que você é gestor de uma pequena ou média indústria que produz peças para o sistema de freios de veículos automotores. Certo dia a peça de um dos equipamentos quebra e você precisa esperar cerca de uma semana até que um novo componente esteja disponível para a troca.

Nesse período uma parte da produção precisa ser interrompida. O que, consequentemente, atrasa a fabricação do seu produto e a entrega para o cliente.

Perguntamos: como fica o grau de confiança da sua empresa diante do mercado? Qual é a probabilidade desse cliente voltar a fechar negócios no futuro?

A curto prazo a falha de um ativo não parece ser tão preocupante, certo? Mas experimente imaginar as consequências mais à frente. Os prejuízos podem ser irreparáveis!

Logo, a Manutenção Preventiva é importante porque ajuda impedir paralisações. Também porque evita prejuízos com reparos e consertos e diminui o risco da empresa perder competitividade.

Como a Manutenção Preventiva pode ajudar em tempos de crise

Em tempos de crise o ideal é que a empresa trate dos seus investimentos da forma mais estratégica possível. Isso quer dizer que o gestor de manutenção precisa estudar a situação com calma para definir prioridades e estabelecer formas de reduzir custos.

Como a Manutenção Preventiva impede que a indústria tenha que lidar com falhas inesperadas, ela se torna uma forte aliada para ajudar em tempos de crise. Afinal, o gestor consegue usar dessa estratégia para reduzir custos, bem como assegurar a alta produtividade.

Quando a empresa não realiza a Manutenção Preventiva dos ativos ela corre o risco de ter que interromper sua produção. Não só isso, contabilizar prejuízos.

Entretanto, se realiza a Manutenção Preventiva, consegue se prevenir e impedir que erros ocorram com as máquinas e os equipamentos. Não só isso, economizar e se manter mais bem preparada para enfrentar desafios e superar a crise.

Tecnologia para manutenção é segredo contra a crise

Agora você deve estar se perguntando: “como a Manutenção Preventiva consiste em controlar e monitorar os ativos, será que existe um meio de fazer esse controle de um jeito prático?”

Pois bem, existe!

Até pouco tempo o gestor precisava fazer o controle de ativos na ponta do lápis. Porém, depois do avanço da transformação digital, ficou mais fácil para o profissional acompanhar números e programar manutenções em poucos cliques.

Com a tecnologia certa, como um software de manutenção web por exemplo, já é possível monitorar equipamentos e verificar o histórico de consertos inclusive na tela de um smartphone ou tablet.

Não só isso, é possível agendar horários para realizar a Manutenção Preventiva e assim evitar que a fábrica paralise as operações durante o procedimento.

Se você ainda não possui uma tecnologia para manutenção industrial capaz de fazer isso pelo seu negócio, conheça o Keepfy, um software web que promete revolucionar a sua manutenção de ativos!

Sair da versão mobile